quarta-feira, 30 de julho de 2014

1498-Jesus com efes e erres


 
Um reino de Deus na Terra

Todo ano, antes de avisar a Jesus Cristo que ele está aqui, Roberto Carlos olha para o céu e vê uma nuvem branca que vai passando. O céu virou sinônimo de paraíso e é de lá que Deus observa os nossos movimentos. É pra lá que vai quem já morreu.

Mas o jovem Jesus, quando tentava convencer seus ouvintes a se comportarem de maneira justa, não dizia exatamente isso. O Reino de Deus (ou Reino dos Céus) que Jesus pregava iria acontecer aqui na Terra mesmo.

Os estudiosos dos conteúdos da pregação de Jesus asseveram que sua proposta era espiritual, explicitada já no seu batismo quando se disse que ele não batizaria mais na água e sim no espírito. E que o reino dos céus, morada dos espíritos, nada mais era que a aplicação entre os homens das leis espirituais.

Os próprios evangelhos deixam claras muitas coisas. Em uma conversa com os discípulos pouco antes de ser executado, Jesus diz que alguns deles estarão vivos para ver o reino de Deus chegar: "Dos que aqui estão, alguns há que de modo nenhum provarão a morte até que vejam o Reino de Deus já chegando com poder" (Marcos, 9:1). Em outro momento, Jesus chega a afirmar que o Reino de Deus já chegou: "Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galileia pregando o evangelho de Deus; e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho" (Marcos, 1:15). Se o reino de Deus está chegando na Terra, é na Terra, mesmo, que ele teria de implantar-se.

Os discípulos, portanto, acreditavam que o Reino de Deus seria instaurado imediatamente. "No tempo de Jesus, era muito forte a esperança de que se fosse fazer um reino nos moldes do Rei Davi, do Rei Salomão. Quando Jesus falava em `reino’, as pessoas achavam que só podia ser um reino desse tipo", diz Irineu Rabuske. Mas, Jesus era um profeta apocalíptico, e o que ele defendia é que Deus faria uma intervenção em breve e daria início a um reino de paz e justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário