quinta-feira, 7 de agosto de 2014

1506-A Era de Luz já iniciou


Repetindo: preparemo-nos com ênfase

Terminamos a abordagem da postagem anterior com a referência de que seremos chamados a fazer transformações no nosso modo de pensar a vida. Para realizar a expansão de consciência que nos é cobrada, é preciso fazer uma limpeza, tanto no corpo físico como no emocional, e transmutar os elementais da segunda dimensão a nós agregados, chamados de miasmas, responsáveis pelas doenças em nosso organismo. Os miasmas são compostos de massas etéricas que carregam memórias genéticas ou de vidas passadas, memórias de doenças que ficaram encruadas e impregnadas devido a antibióticos, poluição química e radioatividade, além de remorsos e sentimentos de vingança. Segundo as canalizações, esses miasmas estão sendo intensamente ativados pelo Cinturão de Fótons. Os pensamentos negativos e os estados de turbulência, como o da raiva, também geram miasmas, que provocam bloqueios energéticos em nosso organismo.

Trabalhar o corpo emocional através de diversos métodos terapêuticos – psicológicos, astrológicos ou corporais e espirituais – ajuda a liberar as energias bloqueadas. A massagem, acupuntura, homeopatia, florais, meditação, yoga, o tai-chi-shuam, os passes magnéticos, os passes de câmara, algumas danças, várias terapias (notadamente aquelas que corrigem nossas relações com os ancestrais, etc., são também técnicas de grande efetividade, pois mexem com o corpo sutil e abrem os canais de comunicação com outros planos universais.

As conexões interdimensionais são feitas através de ressonância e para sobrevivermos na radiação fotônica temos de nos afinar a um novo campo vibratório. Ter uma alimentação natural isenta de elementos químicos, viver junto à natureza, longe da poluição e da radiatividade, liberar as emoções bloqueadas e reprimidas, contribuem para a transição. Ter boas intenções é essencial, assim como estar em estado de alerta para perceber as sincronicidades e captar os sinais vindos de outras esferas.

Segundo a “Agenda Pleiadiana”, de Bárbara Hand Clow, o Cinturão de Fótons emana de um Centro Galáctico mais evoluído. Alcione, o Sol Central das Plêiades, localiza-se dentro do Cinturão de Fótons ativando sua luz espiralada por todo o Universo que nos alcança. 

Mas, afinal e nós nisso tudo? Nós somos os mais beneficiados com tudo isso, como veremos adiante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário