sábado, 9 de agosto de 2014

1508-A Era de Luz já inicou


Sintomas desse grande avanço

É muito normal as pessoas ao depararem com estas leituras ou com estas conversas, dirigirem a pergunta: como saber se isso está mesmo acontecendo? Quais são os sintomas visíveis ou notáveis?

O primeiro e maior desses sintomas é o desconforto intelectual com os noticiários que falam de guerras e violências. O segundo é a imensidão de novos diagnósticos com que se depara a medicina, um ataque impressionante que abate, em geral, as pessoas desprevenidas espiritualmente, desleixadas em sua segurança energética. O terceiro é o abandono daquelas doutrinas centradas em dogmas, que se esforçam por fazer-nos acreditar em coisas que, hoje sabemos, são de difícil sustentação lógica. É claro que existem vários outros sintomas, mas a lista é muito longa para figurar aqui e agora.

Note ai, leitor, que os exemplos de completa ausência de consciência nos chegam, por exemplo, desde o Oriente Médio, onde aqueles povos que ali estão há quatro mil anos, peleam por coisas que nem mesmo eles sabem explicar. É vingança sobre vingança e ninguém sabe aonde isto pode ter começado e por que. Note aí que as três mais influentes religiões do planeta começaram com a experiência desses referidos povos. Por mais que nos esforcemos para desembarcar num novo tempo de paz, amor, caridade, tolerância, não se pode esquecer que os esforços empreendidos por Jesus não tiveram ali proveito algum e nem mesmo ele, Jesus, foi aceito ali.

Mas, não é só assim que identificamos os sintomas dos novos tempos nas pessoas dos tempos atuais. A questão ambiental que se tornou pedra de toque das civilizações avançadas, hoje é tema que qualquer criança domina.

As preferências humanas por uma sempre mais intensa convivência com os animais, com as florestas, com as praias, com os sítios sagrados também se inscrevem como sintomas desse grande avanço. Outra é a preocupação com o lixo do planeta.

O progressivo aumento dos núcleos residenciais inseridos no interior, entre árvores, rios, cachoeiras, numa tentativa de desurbanizar os municípios é outro sintoma. A urbanização veio como sinônimo de barulho, competição, violência, desumanização, ansiedade, pressa, intolerância, doença.

A corrida do consumo, a compulsão por acomapnhar os últimos lançamentos tecnológicos tem, nos dias atuais, poderosas hordas de oposição e isso é o mais novo sintoma desse grande avanço de consciência da humanidade.

Enormes correntes de solidariedade estão, hoje, nas redes sociais e de televisão. Apesar da possibilidade de malversação desses recursos, o que importa é que as pessoas estão dispostas a contribuir. Isso é o novo. A malversação é o velho. Os malversadores responderão por isso, com toda certeza.

E um dos fortes sintomas se pode aferir quando as pessoas se tornam caridosas, não só através de doações em dinheiro para instituições de filantropia, mas elas próprias passam a doar seu tempo. É, com certeza, o maior sintoma.

Como é, você se enquadra entre os sintomáticos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário