segunda-feira, 18 de agosto de 2014

1517-História da humanidade


Cultura e religião

As primeiras manifestações religiosas surgiram em tempos do homem de Neanderthal há 60 mil anos atrás. Eram cultos vinculados às práticas arcaicas.

Num trabalho de aula intitulado “O Sagrado através da Cultura”, desenvolvi um estudo que tem início nas tabas indígenas, com os xamãs, passa pela mitologia, avança para o monoteísmo, chega ao cristianismo, ao racha da Igreja Romana e alcança os tempos das religiões pentecostais antigas e atuais, não sem levar em conta a revolução trazida pelos trabalhos de espiritualistas no século XIX. Trata-se de uma visita e análise de como os homens de se relacionaram com o Sagrado em sete mil anos.

A primeira grande religião conhecida foi o culto à Grande Deusa Mãe, predominante na Eurásia até bem avançada em relação à história da civilização. Isso tem a ver com o xamanismo, considerado o pai de todas as religiões.

Andando no tempo, com o desenvolvimento da vida em sociedade, surgiram os cultos patriarcais e as religiões nacionais. Também, à medida que as culturas e os ritos locais foram cruzando-se, surgiram mitologias complexas e ciclos épicos. De certa forma, as mitologias ainda estão entre nós não como história das religiões, mas como coisa vida dentro das manifestações religiosas.

O desenvolvimento da escritura permitiu o surgimento da vida cultural. Assim, nasceu a literatura. As obras mais antigas conservadas são epopeias, com destaque para Odisseia e Ilíada, de Homero. Logo mais tarde, surge a literatura sapiencial. O estudo científico da história é mais tardio, e teve de esperar até o surgimento dos trabalhos dos gregos Heródoto e Tucídides, no século V para que se separassem definitivamente as tradições religiosa e literária.

A primeira grande revolução filosófica aconteceu no século VI a.C. época em que coincidiram, e provavelmente superam de suas respectivas doutrinas, as figuras de Pitágoras de Samos, Tales de Mileto, o Segundo Isaías, Zaratustra, Buda, Mahavira e Confúcio. Não são os primeiros em suas respectivas tradições, mas acenderam a um mundo mais "globalizado" que seus precedentes.

A ciência foi monopólio da classe alta, frequentemente dos sacerdotes, e o baixo povo não tinha acesso a ela. Neste tempo fizeram-se as primeiras observações astronômicas, desenvolveu-se a medicina, e a necessidade de medir a terra e chegar à contabilidade comercial e tributária, que levaram ao desenvolvimento da geometria e da aritmética. Os antigos gregos levaram incluso o desenvolvimento das bases da álgebra.

As religiões mais antigas são o Judaísmo, o Zoroastrismo, o Atomismo, o Budismo, o Hinduísmo, as mitologias antigas (grega, babilônica, egípcia, chinesa, japonesa, asteca, inca).

Como epopeias antigas se inscrevem as de Gilgamesh, a Bíblia, a Ilíada, a Odisseia e a Ramayana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário