quarta-feira, 11 de março de 2015

1720-As falanges índigo e cristal


 
Como ter certeza de que são cristais ou índigos?

Quantos pais e avós desesperados procuram psiquiatras, psicólogos, professores para se queixar de seus pequenos extravagantes, desobedientes, pouco dados a estudar, rápidos de raciocínio, sempre excitados e que nem mesmo gostam de dormir...

No geral, os pobrezinhos não são identificados como tal e acabam castigados, podados, patrulhados, injustiçados.

Vamos continuar lendo o trabalho de Sheryl Jackson:

“Minha experiência pessoal, minha intuição e os conselhos dados e recebidos em grupos foram usados para recompilar uma lista de atributos das crianças da vibração cristal. Por favor, considerem que esses atributos não são todos conclusivos, nem toda a criança cristal exibe necessariamente todas essas ou só essas qualidades. São extremamente sensíveis a tudo no seu meio ambiente: sons, cores, emoções negativas dos outros, cheiros, comida, produtos químicos, a sensação de “estarem vestindo” a violência, a dor de outros, a consciência de grupo, as frequências eletromagnéticas, as radiações solares...”
“Tão sensíveis que são profundamente vulneráveis, com muita intensidade e grande vulnerabilidade. Devem passar um tempo sozinhas, não vivem bem em grupos e poucos entendem sua necessidade de solidão.
Devem entrar em comunhão com a Natureza e os elementos diariamente”.

“O Espírito da Natureza os ajudará a equilibrar e a limpar todas as energias não harmoniosas que os afetam tão profundamente. Simplesmente não entendem “a desumanidade do homem contra o homem”, a guerra, a avareza, etc. e podem sentir-se facilmente sufocadas com tudo isso ou retrair-se, desconectar-se, proteger-se se a vida é demasiado intensa, se eles se traumatizam ou veem ou sentem outros traumatizados”.

“Normalmente são tranquilos, os outros os admiram e se sentem atraídos por eles como um imã. Terão profundas e longas relações com humanos que lhes ofereçam o amor incondicional, pois que os cristais sabem o que é o único amor verdadeiro”.

“Quando um cristal olha para você, é como se tivesse penetrado dentro da sua alma. As crianças cristal tem um olhar caracteristicamente profundo, penetrante…”

“Raramente necessitam ser tratados como uma criança tradicional pois são gentis, prudentes e capazes de dizer o que necessitam, o que é bom ou o que não é bom para eles. Quando o meu filho era muito pequeno, disse um dia: “Eu não posso beber álcool ou tomar drogas”, e ele jamais tomou nada disso.

“Com frequência evitarão multidões ou centros comerciais. Demasiadas energias diferentes os incomodam.

“Sentem um amor profundo pelas crianças, animais, flores e cristais. Têm uma forma extraordinária de conectar-se com todas as criaturas.

“A água é muito benéfica para limpá-los e acalmá-los: banhos frequentes, duchas diárias, cascatas, fontes, brincar com a água e a areia.

“Requerem roupas confortáveis, à sua escolha, em cores e fibras naturais. Precisam de muita água pura e com frequência preferem alimentos orgânicos frescos.

“Antes de nascer, com frequência, disseram a seus pais seu nome, como se o ouvissem em pessoa”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário