sexta-feira, 13 de março de 2015

1722-As falanges índigo e cristal


 
Cristal ou Índigo?

Você gostaria de poder reconhecer um cristal e um índigo?

Apresentamos, agora, de uma forma mais esquematizada e sintética, as diferenças significativas identificadas entre eles. Primeiro o cristal.

Os cristais têm revelado uma sensibilidade muito acentuada e, portanto, é necessário observar atentamente para, no futuro, não virem a sofrer danos psicológicos e emocionais, já que se assustam e, às vezes, até se atemorizam com a violência física: são também propensos a contrair alergias, “sensíveis a campos eletromagnéticos, entre outras coisas”.

Alguns autores salientam que as crianças e os adolescentes de vibração cristal, em geral, podem apresentar ainda algumas das seguintes características:

* São tranquilos, pacíficos (têm mesmo uma função pacificadora), gentis, construtores.

* Apresentam, às vezes, capacidades telepáticas. Possuem uma força interior extraordinária.

* Lideram por meio do exemplo, são construtivos, e não têm o hábito de denunciar o que está errado, como os índigos.

* Testam seus limites psíquicos.

* Calam-se e afastam-se quando há conflitos. Têm tendência a evitar confrontações e brigas.

* Não são tagarelas, gostam de conversar sobre coisas que sentem que tem importância, e o que dizem tem profundidade.

* Irradiam paz e tranquilidade.

* São bastante afetuosos com os outros e percebem suas necessidades.

* Harmonizam naturalmente a energia que os rodeia.

* São menos robustos do que os índigos e são mais vulneráveis emocionalmente. Com eles não se pode brigar, pois se magoam facilmente.

*Suas características podem ser confundidas com o autismo, por serem, às vezes, muito tímidos, sobretudo se percebem que não são compreendidos.

* Revelam possuir habilidades psíquicas desde que nascem.

* São extremamente sensíveis a tudo o que é o seu meio ambiente: sons, ruídos desagradáveis, cores, emoções negativas nos outros, cheiros, comida, produtos químicos, violência, a dor dos outros, consciência de grupo, frequências eletromagnéticas, raios solares. Podem ligar ou desligar aparelhos elétricos, rádios, televisores, computadores, alguns aparelhos até podem ser queimados com a sua presença.

* Procuram passar bastante tempo sozinhos, não se incomodam se não estão constantemente cercados de gente, pois poucos entendem a sua necessidade de solidão. Gostam de se comunicar com a Natureza.

* Não compreendem nem aceitam a falta de humanidade do homem para com o homem: guerra, avareza, picuinha, perseguição.

* Retraem-se, desligam-se ou desconectam-se para se proteger quando à sua volta o ambiente é demasiado violento, podendo ficar traumatizados.

* Ainda que normalmente sejam tranquilos, as pessoas sentem-se atraídas por eles como se fossem um imã. Têm grandes e profundas relações de amizade com pessoas que lhes oferecem amor incondicional, o único amor verdadeiro.

* São gentis e prudentes, serão capazes de dizer aos outros o que eles necessitam, o que é bom para eles e do que precisam.

* Com frequência evitam aglomerações de pessoas: centros comerciais, feiras, por haver neles demasiada concentração de energias diferentes. Antes de elas nascerem, os pais tiveram algum tipo de experiência psíquica com essas crianças.

* Milagres e magias acontecem ao seu redor. Até curas podem acontecer à sua volta, com naturalidade, porque são extremamente empáticos, até conseguem saber o que um desconhecido está pensando.

* Têm uma inocência e uma falta de malícia, uma pureza, graças à ausência de ego.

* Preferem abstrair-se a mostrar suas emoções, por receio de perderem o controle, podendo parecer passivos e sem sentimentos.

* Têm capacidade e facilidade para se ligar, ou conectar, com o seu eu superior e com o todo, ascendendo naturalmente ao seu guia interior; por isso, sabem da existência da unidade espiritual.

* Possuem um bom equilíbrio dos dois hemisférios cerebrais, integrando as duas energias, a feminina e a masculina.

Segundo alguns autores há pessoas que integram, na mesma pessoa, as duas energias: Índigo e cristal. Elas podem ter uma mescla das duas energias, o que as faz mudar de comportamento conforme as situações. Não aceitam as regras culturais e só aprendem o que acham que é necessário. Têm, portanto, sua atenção centrada naquilo que para elas é essencial.

O silêncio é a melhor forma de se comunicar com uma criança ou um jovem cristal. O cristal é muito mais autônomo do que o Índigo, porque sua energia (se está equilibrada) lhe basta, e só aceita sua visão das coisas, porque sabe muito bem o que quer e o que é melhor para ele.
Eles respeitam os outros, mas exigem que os respeitem também. Por isso têm, às vezes, uma raiva contida que lhes pode trazer muitos problemas na relação com os outros, já que não perdem tempo com explicações do que pensam ou do que acham que está mal, mas sentem tudo muito intensamente, no seu íntimo e na sua sensibilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário