terça-feira, 5 de maio de 2015

1775-A cura através do hipnotismo


Introdução

Estamos iniciando uma nova e polêmica série destinada a penetrar em territórios obscuros para a maioria das pessoas.

Você leitora, você leitor, já ouviu ou leu que a consciência é a mente da alma? Se já, haverá mais facilidade para evoluirmos no tema desta série. Se não, eu preciso resgatar o que seja a consciência, aproveitando-me dos conceitos da ciência, assim: a mente consciente é aquela que usamos como arquivo e gestão de tudo o que nos acontece no dia a dia; a mente subconsciente é aquela que nos acompanha principalmente nos traumas, onde ela é mais notável; a mente inconsciente seria, pois, a chamada memória da alma. Ela é tida como inconsciente, mas como veremos nos capítulos seguintes, é o território que pode ser invadido através da hipnose.

Entenda, você que nos lê: do ponto de vista espiritual se ensina que ao encarnar a alma encarnada “esquece” os registros de vidas anteriores. Mas, através da hipnose torna-se possível “lembrar” o que foi “esquecido”. É assim que alguns cientistas encaminham o que se chama TVP – Terapia de Vidas Passadas.

Mas, existem muitas outras aplicações para a hipnose.

Nos gabinetes odontológicos é muito usada neutralizando toda a dor sentida quando o nervo dentário é tocado pelos instrumentos do odontólogo. Dores intensas são aliviadas através da aplicação da hipnose. Nos gabinetes policiais e da medicina legal também é usada para arrancar de suspeitos confissões que normalmente não seriam feitas ou para levar vítimas de crime a resgatar retratos falados de criminosos.

Uma das polêmicas mais cruéis entre cientistas e espiritualistas está, justamente, na comprovação das vidas passadas, o que consolidaria a reencarnação como uma realidade entre nós. Parece, então, que através da hipnose – prática aceita pela ciência – a polêmica pode acabar.

Vamos viajar por sobre este tema? Você vem? Então vamos!  

Para mais informações veja a reportagem:

http://globotv.globo.com/globo-news/espaco-aberto/v/hipnose-ajuda-no-tratamento-de-doencas/1712480/

Nenhum comentário:

Postar um comentário