quarta-feira, 6 de maio de 2015

1776-A cura através do hipnotismo


O que é a hipnose

Novamente aqui tem polêmica, como na mediunidade. Há quem acuse que não se trata de uma outra dimensão e sim da farsa da mente consciente.

Se é o terapeuta que se acha em estado ou transe hipnótico (usualmente auto-induzido, conquanto possa ser também alter-induzido) — e, nesse estado hipnótico, prescreve tratamento para a cura de doenças ao paciente em estado não-hipnótico, emprega-se o termo hipniatria, sendo que o terapeuta, neste caso, passa a ser chamado de hipniatra. Mas, pode ser estado mediúnico.

Contudo, a maioria dos médicos psiquiatras ainda acredita que as doenças psiquiátricas fundamentais têm melhor tratamento nesse caso e, portanto, chance de sucesso ou cura com o paciente em estado de consciência normal (desperto ou de vigília).

Em Anestesiologia, o termo hipnose pode referir-se ao estado de inconsciência temporário induzido pela administração de fármacos específicos, segundo a concepção original do termo, embora seja uso inapropriado do termo.

Algumas vezes, usa-se hipnose apenas com propósitos de apresentação circense ou assemelhada, conhecida como "hipnose de palco".

Ao contrário do que algumas pessoas ignorantes pensam, muito raramente há charlatanismo, pois tal seria mais difícil de realizar que o show honesto.

É frequentemente referido na literatura especializada não ser possível o seu uso com propósitos antiéticos, visando obter de alguém (hipnotizado) alguma vantagem ou subserviência para fins escusos. Nesse ponto todos os hipnólogos estão de acordo, pelo que já nem é tema de discussão técnica. Atualmente a versão mais abrangente da Hipnose é a Escola da Hipnose Ericksoniana também é conhecida como Hipnose Moderna, pelo motivo de utilização do método conversacional ou simplesmente o uso coloquial das palavras. Em uma conversa tradicional ou em uma contação de histórias a pessoa é levada a um estado alterado de consciência, facilitando o entendimento, processamento e interação inconscientes.

Nome

O termo não se deve ao latim, mas foi dado por um médico em homenagem ao Deus do sono hypno. Para mais informações veja a reportagem: http://globotv.globo.com/globo-news/espaco-aberto/v/hipnose-ajuda-no-tratamento-de-doencas/1712480/

Nenhum comentário:

Postar um comentário